RENFE 242 Confederación

Descendentes da classe 4-8-2, as magníficas RENFE 242 Confederación foram construídas para funcionar em uma bitola de 1.674 mm. Essas locomotivas foram as últimas máquinas a vapor de trens expressos de passageiros fabricados na Europa e os últimos suspiros do vapor na Espanha. A classe 242 era composta por 10 máquinas que saíram da fábrica La Maquinista Terrestre y Marítima, de Barcelona, no ano de 1956. A denominação Confederación se referia à comemoração do centenário da fabricante, que desde 1920 tornou-se a mais importante fornecedora de locomotivas a vapor da Espanha. Entre todos os detalhes que essas máquinas possuíam, se destacavam o sistema de tratamento de água da empresa francesa TIA e um potente turbogerador que fornecia a eletricidade necessária para iluminar o trem. Características como o farol instalado na frente da chaminé, que permitia ao maquinista avaliar através da cor da fumaça, de noite e de dia, se a combustão estava ajustada corretamente, e o seu desenho externo todo na cor verde davam à máquina uma elegância espetacular. As RENFE 242 Confederación puxavam os trens expressos na seção não eletrificada da linha de Madri e eram capazes de atingir uma velocidade de 110 km/h arrastando até 750 toneladas. Um ótimo rendimento, pela grande produção de sua caldeira e pelo grande diâmetro de suas rodas motoras. Uma máquina que encerrou com chave de ouro a fabricação de trens a vapor do país.

Para comprar esta miniatura, com desconto, basta CLICAR AQUI ou ligar para o telefone 0xx21 2244-2492.